Todos os dias criminosos invadem milhares de websites, veja algumas dicas de como detectar se o servidor do seu site foi atingido por um malware

Segurança: evite que seu site seja infectado por malwares


Ter um computador, celular, tablet ou qualquer outro dispositivo eletrônico similar significa uma preocupação a mais com a sua segurança digital. Mas não é apenas o usuário que acessa websites e utiliza aplicativos que precisa tomar cuidado. Os cyber criminosos estão cada vez mais espertos, usando serviços de hospedagem de sites para propagar os vírus e malwares pela web.

Portanto, se o seu site tiver sido hackeado, é necessário agir rapidamente para reparar o dano – e ter o conhecimento de como os vírus se propagam no meio on-line é a melhor forma para tomar atitudes preventivas.

Todos os dias criminosos invadem milhares de websites. Veja algumas dicas de como detectar se o servidor do seu site foi atingido por um malware:

  • Verifique os Arquivos: como dono do site, é necessário se preocupar com a segurança de quem acessa seu conteúdo. Por isso, confira os arquivos do website com frequência e peça para o desenvolvedor verificar se existe algum problema no código. Hackers podem inserir links maliciosos escondidos em sites, fazendo com que os vírus se espalhem. Uma boa verificada nos arquivos – como htaccess, .php e de mídia – pode ser um bom começo.
  • Ferramentas de Segurança: algumas empresas especializadas podem fazer a análise do código do website e apontar se existe alguma atividade suspeita. É possível, inclusive, usar vários serviços de análise online e cruzar suas informações, garantindo uma análise ainda mais ampla.
  • Pesquise pelo Website: pesquisar a si mesmo no Google utilizando o operador “site” (site:exemplo.com) também é uma forma rápida de verificar se o domínio está limpo. Se o site tiver sido invadido, é possível que apareçam mensagens de alerta como “Este site pode danificar seu computador” ou “Este site pode estar comprometido”.
  • Mantenha o Sistema Atualizado: e use antivírus originais. Manter o software em dia minimiza as vulnerabilidades do sistema e, com programas específicos que auxiliam na verificação dos riscos de um site, como o Google Safe Browsing Tool, que notifica o usuário ao acessar páginas com suspeita de phishing e malware.
  • Não Compartilhe Senhas: é importante manter o acesso ao código fonte do site restrito aos desenvolvedores e administradores, aumentando a segurança.
  • Google Webmasters Tools: essa ferramenta é muito importante para perceber se seu site foi hackeado ou não. A partir dela é possível monitorar o tráfego de um site (se o volume de acessos estiver muito fora do comum, desconfie) – além de verificar as palavras-chave que tem sido relacionadas ao seu conteúdo, outra boa fonte para análise. A ferramenta ainda alerta o administrador quando o site foi invadido por um malware, caso consiga identificá-lo.

Malware

Como Consertar e se Prevenir dos Ataques

Os vírus podem causar graves prejuízos financeiros e pessoais. Por isso, manter-se sempre atento aos menores detalhes é de extrema importância. Caso seu site esteja infectado, considere os seguintes passos:

  • Faça backup do conteúdo do site para garantir que você não irá perdê-lo em alguma manutenção ou caso o vírus se espalhe e corrompa os dados. Também faça cópias das páginas que você suspeita ter phishing ou outro tipo de malware, para que os desenvolvedores e administradores do site possam ver qual foi o tipo de vulnerabilidade ao qual o portal foi submetido e corrigir esses erros. Caso o seu host não consiga obter este backup, considere criar uma logical copy.
  • Verifique se é necessário retirar o site do ar por um tempo enquanto você corrige os erros. Leve em consideração a credibilidade de sua empresa, além dos prejuízos que este problema pode ocasionar. Caso decida que não vale a pena deixar o site indisponível, uma opção é desabilitar o acesso aos domínios que estão infectados.

Gostou das dicas? Compartilhe!

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivírus para uso exclusivo do site Tec Dicas

Imagens: optclean, robertodimolfetta


Renan Cavalieri
Postado por
Em agosto 5, 2015 as 10:19 am

Faça seu comentário

Comente sobre o artigo, sua opinião é muito importante para nós!